Copa 2006 consagra o uso de tecnologia móvel no evento

11/07/2006

A Copa do Mundo da Alemanha teve uma estrutura tecnológica para a troca de informações, internas e externas, sem precedentes para o evento. O primeiro dado que aponta essa característica é que todos os membros do Comitê de Organização neste ano estavam munidos de notebooks –3 mil, no total, segundo informações do site da Fifa.

O dado é mais impressionante se comparado com a Copa do Mundo de 2002, na Ásia –o berço da tecnologia mundial de ponta, diga-se de passagem–, em que 90% dos computadores utilizados pela organização eram desktops (computadores de mesa, não-portáteis).

Na Alemanha, os organizadores portavam um banco de dados sobre os jogos e o torneio constantemente atualizados ao viajar pelas 12 cidades-sede do campeonato.

Uma estimativa total das quatro empresas de telecomunicação envolvidas no megaprojeto da Fifa, divulgada no próprio site da Federação, mostra que foram feitos 40 mil pontos de conexão à internet para a organização, envolvendo o trabalho de mais de mil profissionais de tecnologia da informação e 8 mil quilômetros de cabos de computadores.

Estima-se que houve, internamente, uma movimentação 15 terabites de dados (15 mil gigabites, ou 15 milhões de megabites), sem contar o site da Federação.

O site da Fifa, oferecido em nove diferentes idiomas, registrou, até o início da última semana do evento, 2,5 bilhões de pageviews, contando as interfaces de texto, fotos, vídeo e transmissão de jogos ao vivo.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.