Construindo um negócio on demand


13/11/200

Às vésperas de anunciar com a IBM sua plataforma de CRM onDemand, a gigante de software Siebel Systems avançou ainda mais no espaço de soluções hospedadas fora da empresa (terceirizadas ou ‘sob medida’) quando comprou, mês passado, o concorrente Upshot Corp. por cerca de US$ 70 milhões. A empresa está obviamente muito focada em ganhar terreno nessa área. Mas por que a Siebel tem tanto interesse em um modelo de pagamento sob demanda como esse?

A decisão da Siebel comprova a premissa de que é a estratégia que incrementa o valor da base de clientes, e não uma implementação em larga escala. “O desafio do CRM não são as ferramentas”, diz o sócio do Peppers and Rogers Group, Lane Michel. “O desafio é saber que informações você quer capturar e o que fazer com elas. O modelo de hospedagem na Internet tira a ênfase da necessidade de investimentos vultosos, mas você continua tendo de garantir que seu investimento em CRM está apontado para a direção correta”.

À medida que a recuperação da economia aos poucos começa a acontecer, as empresas buscam respostas para os problemas clássicos da integração de sistemas: lentidão e orçamentos nas alturas. A integração e a colaboração de toda a empresa com parceiros, fornecedores e clientes – mantendo o custo total de propriedade baixo – são os pontos chave. Para manter a vantagem competitiva, fornecedores de soluções terceirizadas sob medida como a ACCPAC, a salesforce.com e agora a Siebel estão tornando as iniciativas orientadas ao cliente disponíveis como uma parte cotidiana do negócio, não apenas um nicho, uma iniciativa departamental. Os fornecedores de software bem sucedidos serão aqueles capazes de incluir todos os tipos de clientes em sua busca por fornecer um foco mais profundo nos clientes.

Site relacionado: www.siebel.com

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.