Agencia de marketing digital

Como a Internet influencia o mercado de marketing digital

Tive o prazer de viver na época do past-up, da arte final, da caneta nanquim, das pranchetas, das tintas e aerógrafos, das pilhas de papé​is que preenchíamos para registrar nossas interações, como memorandos, ordens de serviço, etc.

Atualmente isso já caiu em total desuso, assim como muitos pensam sobre o tema deste artigo, a Internet.

Imagine só quando a conectividade via plataforma IP começou a mudar este cenário e tudo a nossa volta, comercialmente a partir de 94 e 95, quando a internet chegou nas mãos de pessoas comuns.

Na época os e-mails e trocas de arquivos pela rede, eram privilégio de poucos, mas hoje, após esses vinte e poucos anos, o que seria de nós sem ela?Agencia de marketing digital

Se o departamento de arte e fotolito mudou com a computação e com os softwares de editoração e manipulação de imagens, nas outras atividades a mudança aconteceu pra valer com a chegada da internet.

As agências de Publicidade tão acostumadas com a computação gráfica, foram as primeiras a perceber tal revolução e o que estava prestes a acontecer com todos nós.

Muitas profissões perderam espaço e o glamour do hand made. Mas outras estavam surgindo, ainda mais desafiadoras e inovadoras, chegavam os bits e bites, com as suas fontes e imagens na world wide web.

Depois disso, não seríamos mais os mesmos.

Quando fundei minha agência e visitava novos clientes, lembro de explicar que se a empresa não tivesse um site e uma presença digital na web, ela deixaria de existir em pouco tempo.

Hoje parece óbvio e indiscutível, que uma empresa não existe se os buscadores da internet não a encontram.

Estamos dizendo que se você não tem presença digital, não avalia o comportamento do seu público, não o ouve nas redes sociais e não o engaja a ser um multiplicador de sua marca, você não vai existir em pouco tempo.

Como pode perceber, adoramos ser o anjo da morte em nome das tendências e inovações. Mas é fato que a internet tem cada vez mais poder e sua principal característica é empoderar as massas, isso é comunicação como meio e fim, é veículo e é também auditora de si mesma.

Sim, podemos monitorar e analisar praticamente tudo através da navegação, comportamentos a previsões com base no mood dos usuários e, só os buscadores e as plataformas de redes sociais, que armazenam tudo sobre nós, o que postamos, lemos e compramos, podem dizer do que somos realmente capazes.

marketing-digital-emarket

Basta ver os últimos dados de crescimento do acesso online e tempo de navegação, incluindo tablets e mobile, para entender essa força e influência.

Tudo está conectado a tudo e cada vez menos o marketing digital é um site ou uma boa estratégia de SEO apenas. Conceitos como Omnichannel e IOT (Internet of Things) é o que norteará as estratégias e a relevância no contexto da comunicação digital.

Claro que tudo isso é possível por causa da internet, mas se pensarmos como ferramenta, o que realmente está mudando são os hábitos de consumo e o comportamento cada vez mais digitalizado das pessoas.

A internet está causando uma revolução no marketing digital e a mudança está acontecendo também fora dela, pois estamos pensando cada vez mais nas pessoas, em seus comportamentos e em criar boas experiências, não precisa ser apenas no digital e todo o seu percurso, porque o seu público vai levar sua marca para a rede de qualquer maneira.

A internet está revolucionando muitas áreas e segmentos, empresas e serviços, nas áreas médicas e de saúde. O marketing não é proprietário do digital, nem da melhor experiência interativa e conectada e isso significa que estamos constantemente disputando atenção e interrompendo a experiência dos usuários com mensagens publicitárias.

Acredito em um novo modelo, onde as marcas para atingir o público alvo, geram experiências, criam conteúdos relevantes, participam do dia a dia das pessoas com pertinência.

A comunicação digital deixa de pensar no tradicional modelo publicitário.

A Internet sim, é constante e sempre no ar.

Artigo de Fernando Estanislau, CEO da Tritone Interactive

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *