Comércio eletrônico cresce 50% em 2002

19/11/2002

O número de usuários de Internet no mundo é esperado para bater os 655 milhões no final deste ano, segundo as estimativas de um novo relatório da Agência de Comércio Internacional e Desenvolvimento (UNCTAD), da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo o estudo, os países em desenvolvimento foram responsáveis por quase um terço dos novos usuários de Internet em 2001. A taxa de adoção mundial de Web cresceu quase 30% durante o ano, sendo que em 2001 havia cerca de 500 milhões de internautas no mundo, de acordo com os dados.

A UNCTAD afirma que o volume de usuários online saltou 44% na Ásia, 43% na África, 33% na América Latina, 33% na Europa e apenas 10% na América do Norte.

O relatório indica ainda que os EUA são o País com o maior número de internautas no mundo, com aproximadamente 143 milhões de pessoas online. A China fica em segundo, com 56,6 milhões.

O órgão prevê que o comércio eletrônico em 2002 deva totalizar US$ 2,3 trilhões – um aumento de 50% sobre 2001. No final de 2003, as cifras de e-commerce mundial devem atingir US$ 3,9 trilhões, de acordo com as estimativas. A UNCTAD revela ainda que seguindo as taxas atuais de crescimento, cerca de 18% de todas as compras feitas por empresas e indivíduos deverão ser realizadas pela Internet em 2006.

E embora o e-commerce esteja se tornando cada vez mais comum em nações consideradas de primeiro mundo, o uso do serviço ainda é quase nulo em alguns países em desenvolvimento.

Os EUA hoje contabilizam 45% do total do comércio eletrônico mundial, enquanto o Leste Europeu é responsável por 25% e o Japão por cerca de 15%.

A entidade prevê que a participação de países em desenvolvimento deve permanecer em 6,7% nos próximos anos. Na África, por exemplo, somente uma em cada 118 pessoas tem acesso à Internet, e o e-commerce fora da África do Sul é praticamente inexistente.

As receitas de m-commerce (comércio eletrônico via dispositivos móveis) são esperadas para totalizar aproximadamente US$ 50 bilhões em 2002, de acordo com as previsões.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.