Comércio eletrônico cresce 105% em 2002


19/03/2003

O comércio eletrônico entre empresas (B2B) e para consumidores finais (B2C) cresceu, no cenário mais conservador, 105%, de acordo com a 5ª Pesquisa Comércio Eletrônico no Mercado Brasileiro, da FGV-EAESP, divulgada nesta quarta-feira, 19.

Segundo dados da pesquisa, as transações B2B atingiram 2,39% em 2002 contra 1,18% de 2001. Em números, algo entre 5,6 e 5,8 bilhões de dólares contra 2,6 e 2,8 bilhões de dólares.

As transações de empresas com consumidores finais cresceu de 0,35%, em 2001, para 0,79% no passado, o que significa valores entre 1,8 e 2,8 bilhões de dólares contra 800 milhões de dólares em 2001.

Somando-se os valores apresentados, o comércio eletrônico brasileiro (B2B mais B2C) atingiu a cifra entre 7,4 bilhões e 7,8 bilhões de dólares em 2002. O dado considera os valores mínimos e máximos estimados pela Fundação Getúlio Vargas.

Portanto, em um cenário conservador, considerando o valor mais baixo, houve um crescimento de 105% em 2002 no volume de transações de comércio eletrônico. Esta expansão chega a 129%, se considerado o dado mais otimista. (segue)

Ralphe Manzoni Jr., da Business Standard

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.