Combinar o marketing direto e digital potencializa campanhas


25/10/2004

Com o grande número de novas cadeias de televisão, sem mencionar a internet, os celulares, o e-mail e novas tecnologias como gravadores de vídeo digitais e a rádio por satélite sem veiculação de publicidade, chegar ao público alvo pode ser como procurar uma agulha em um palheiro.

De fato, os índices de audiência do outono passado (outubro e novembro de 2003 nos EUA) informados pela Nielsen Media Research nos Estados Unidos mostram que os homens entre 18 e 34 anos assistiram 20% menos de televisão. E a razão é que estão mudando por meios que podem acessar e controlar quando queiram, como a internet.

Além disso, das 11,8 horas que o internauta passa na web, mais da metade desse tempo é o que utilizavam para assistir televisão. A Previsão 2004 elaborada pela empresa TNS Media Intelligence/CMR anuncia que a publicidade na internet aumentará 12,1% este ano em relação a ano anterior. Mas a publicidade na rede por si própria pode não ser suficiente para chegar a esse público masculino adulto (18 a 34 anos).

Essas estadísticas mostram claramente que ainda que os meios de comunicação tradicionais sejam parte integrante de qualquer plano de comunicação, o panorama fragmentado atual os tornam menos rentáveis. A razão é que cada vez é mais difícil chegar ao público e causar impacto.

Por isso, os vice-presidentes e diretores gerais de marketing direto e digital da empresa de marketing Cronin, David Katz y Dan Weingrod, recomendam às empresas combinar os canais publicitários para complementar as estratégias existentes. Segundo eles, a combinação do marketing direto com técnicas digitais aumenta a força da ação de marketing.

As técnicas digitais podem ser utilizadas para administrar melhor o marketing direto, já que fazendo um acompanhamento dos cliques em uma newsletter, as empresas podem fazer adaptações, assim como na comunicação por correio.

Com tradução da emarket

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.