Com IPv6, empresas pontocom entram em nova fase

25/02/2008

Bem antes da chegada do IPv6, as empresas pontocom deverão repensar seus modelos de negócios. Segundo analistas do mercado, com o surgimento de centenas de milhares de novos canais de acesso, novas propostas comerciais serão criadas, com reflexos nas companhias nascidas na web.

O t-commerce (comércio pela TV), por exemplo, deve aparecer com força assim que o mercado de TV digital estiver maduro, com recursos de interatividade. "Os processos de comércio eletrônico poderão ser afetados pela compra impulsiva diante da televisão", avalia Robson Oliveira, da IPv6 do Brasil.

Entretanto, as empresas online também poderão tirar grande proveito do novo protocolo. Com ele, será possível localizar de forma mais precisa o fluxo dos usuários que acessam serviços na rede, o que poderá ajudar na adequação de campanhas de marketing direto.

"O novo protocolo também abrirá espaço para as empresas de distribuição de conteúdo via web e de serviços de comunicação de voz e vídeo baseados em IP", garante Vinicius da Silveira, gerente de produto da Leucotron, empresa mineira que desenvolve soluções de telecomunicações para corporações e mercado doméstico. "Já estamos agregando produtos baseados em IP à nossa plataforma."

por Jacilio saraiva, especial para o IT Web

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.