Classificados on-line agrada clientes

09/06/2006

 A versão on-line dos classificados do JORNAL DA PARAÍBA conquista a cada dia um número maior de clientes interessados em vender seus produtos e de internautas que usam o meio digital para procurar imóveis. O caderno traz inovações para o mercado, como, por exemplo, a busca personalizada e a atualização de dados em tempo real, ampliando os serviços que eram oferecidos pela versão impressa. Com os classificados on-line, o leitor tem a possibilidade de entrar virtualmente no imóvel que pretende adquirir ou alugar. Toda essa inovação e facilidade tem ajudado as imobiliárias a fecharem negócios e os clientes a encontrarem o “imóvel do sonho”.

    Um dos clientes do jornal que está muito satisfeito com o caderno on-line e já fechou o primeiro negócio através do site é o proprietário da Santana Imóveis, Ernani de Santana. Ele contou que conseguiu vender a uma cliente um terreno em Intermares que já estava disponível há quatro meses. “Ela viu as fotos do terreno na internet, nos procurou e fechou negócio. Nós tivemos a felicidade de apresentar ótimas fotos que mostraram a beleza do local e depois de cinco dias que a página entrou no ar conseguimos fechar o negócio”, comentou. Santana disse ainda que a procura por imóveis também cresceu depois que foi lançada a versão on-line dos classificados. “As pessoas ligam e nos visitam dizendo que viram o anúncio na internet”, falou.

    De acordo com Ernani de Santana, há seis meses ele participou de uma reunião no JORNAL DA PARAÍBA e sugeriu a criação dos classificados on-line. “No mês passado essa idéia vingou e está sendo maravilhosa para os leitores do jornal e para os anunciantes. Todos estão muito satisfeitos. O JP despontou como o primeiro a lançar classificados on-line na Paraíba com diferenciais exclusivos como visita virtual”, destacou.

    O gerente de vendas da ‘Araújo Imóveis’, Ricardo dos Santos, também disse que está muito satisfeito com a versão on-line dos classificados. Ele contou que durante o ‘I Feirão de Imóveis de João Pessoa’ as pessoas que procuraram a imobiliária tinham visto o imóvel no site do JORNAL DA PARAÍBA. “Ainda não fechamos nenhum negócio, até porque o site é muito recente. Mas o projeto mostrou que já está dando certo”, frisou. O gerente destacou ainda que é muito fácil e rápido buscar imóveis na página dos classificados. “Nós temos um site aqui na imobiliária e eu quero que ele seja tão rápido como o do JORNAL DA PARAÍBA”, comentou.

    Os classificados on-line dispõem de recursos de áudio e vídeo que possibilitam uma busca detalhada, com imagens em 360º graus e mapa de localização. A busca é outra facilidade, que pode ser realizada por meio de informações como faixa de preço, localização e número de dependências. A atualização das ofertas também é feita em tempo real pelo próprio anunciante, que com o uso de uma senha especial pode inserir, retirar ou acrescentar informações dos anúncios. A versão on-line também traz as sessões de veículos, informática e empregos. O caderno on-line foi lançado no dia 25 de maio e está disponibilizada a partir do endereço eletrônico do jornal (www.jornaldaparaiba.com.br).

    A gerente de vendas do JP em João Pessoa, Catiúscia Lima, disse que já comemora o resultado dos primeiros dez dias de prospecção e resultado de vendas dos classificados on-line. “Hesitamos um pouco em lançar os classificados on-line de uma hora para outra, quisemos preparar algo novo para o mercado. Mas, valeu a pena, pois o objetivo de trazer diferenciais exclusivos já rendeu frutos para justificar o investimento do JP e dos anunciantes”, destacou. Ela acrescentou que a imobiliária que ainda não anuncia e “deseja conhecer esse excelente canal de vendas” pode ligar para o número 2106-1818.

BETH TORRES

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.