Cinco mitos sobre a internet, por Jeff Bezos No ratings yet.


13/06/2003

Jeff Bezos, diretor executivo da Amazon, o quase simbólico sobrevivente do fiasco das empresas pontocom, menciona uma série de mitos que ajudaram o tão aclamado comércio eletrônico a persistir atualmente.

A internet = a corrida do ouro
Exisem algumas similaridades entre as duas: uma ‘explosão’ no mercado, um declínio nas atividades econômicas, pessoas ganhando dinheiro de verdade, e muito alvoroço. Mas o ponto em que a analogia falha é que, eventualmente, o ouro da Califórnia está esgotado, para todos os propósitos práticos. O último veio de ouro foi encontrado e explorado.

Wall Street reflete as operações de negócios
Bezos mostrou um gráfico com uma linha reta representando o aumento do valor das ações da Amazon de US$ 1,50, nos seus primeiros dias, para cerca de US$ 30, atualmente, um desempenho que ele descreveu com grande orgulho. Então, ele demonstrou o verdadeiro ‘sobe-e-desce na montanha-russa’ que levou a esse preço. “Infelizmente, o preço das ações foi de US$ 1,50 para US$ 30, mas antes de chegar aos trinta, passou pelos US$ 113”, comenta.

O e-commerce vai acabar com as tradicionais vendas no varejo
Bezos prevê que as vendas no varejo pela Web terminarão representando apenas um total de 10% das vendas anuais no varejo, e não os 50% ou mais que algumas pessoas afirmaram, quando o interesse no e-retailing (comércio varejista eletrônico) começou a crescer.

Habilidades de negócio são as mesmas entre o mundo online e as lojas
Os varejistas tradicionais precisam ser fantasticamente bons nas lojas físicas. A Amazon não tem a habilidade necessária para lidar com bens imóveis, declarou Bezos. Por outro lado, os varejistas tradicionais não precisam ser bons em personalização, do modo que a Amazon precisa ser – uma loja não pode ser modificada para atender a cada visitante e a Amazon aprimorar recomendações personalizadas, com base nas compras anteriores de um cliente.

O atendimento é o maior custo de capital do e-commerce

As centrais de atendimento altamente automatizadas da Amazon são impressionantes, mas Bezos afirma que a companhia investiu nesse setor quase um terço do que investiu em tecnologia de negócios – cerca de US$ 900 milhões – desde que a companhia começou suas atividades. (clique abaixo para matéria na íntegra)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *