Cientistas criam supercomputador com consoles de PlayStation 2


27/05/2003

Cientistas do NCSA (National Center for Supercomputing Applications) e da faculdade de Ciências da Computação da Universidade de Illinois desenvolveram um supercomputador a partir de 65 consoles do videogame PlayStation 2, da Sony.

Agora eles estão avaliando se o supercomputador pode ser usado em programas de computação científica e de visualizações de alta resolução.

O PlayStation 2 traz um processador muito potente chamado Emotion Engine. Ele é capaz de manipular gráficos 3D para games e tem poder de processamento de até 6,2 gigaflops.

A Sony oferece um kit Linux que dá aos programadores acesso direto ao Emotion Engine e permite que eles o utilizem em processo não-gráficos.

Os cientistas do NCSA e da Universidade de Illinois usaram isso para desenvolver partes do software, incluindo ferramentas para fazer com que os diferentes pontos de processamento trabalhassem conjuntamente, criando um cluster de consoles.

Segundo eles, o sistema tem cerca de 0,5 teraflop (trilhão de operações por pontos flutuantes) de potência. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *