Chega ao mercado solução de segurança para celulares e dispositivos móveis No ratings yet.

03/11/2006

A Fortinet, empresa pioneira e líder no fornecimento de soluções de segurança multiameaças, lança no Brasil o FortiClient Mobile, primeiro software de segurança multiameaças do mercado, destinado a celulares, smartsphones e PDAs que se conectam à internet com sistemas operacionais Microsoft Windows Mobile e Symbian OS.

O FortiClient Mobile é a primeira solução de segurança móvel que integra antivírus, anti-spam MMS/SMS, firewall pessoal e proteção de agenda de telefones, além de possuir capacidade IPSec e VPN para proteger assinantes móveis contra as constantes e sofisticadas ameaças virtuais. A solução garante a segurança do crescente número de usuários de smartphones que utilizam os sistemas operacionais Windows Mobile e Symbian OS. Esses sistemas fornecem acesso a aplicações móveis corporativas e agregam serviços de valor agregado, incluindo mensagens, web browsing, VoIP e vídeo. Esta solução veio complementar a solução para ambientes móveis da Fortinet, que inclui desde a proteção do backbone das operadoras até os dispositivos móveis dos usuários.

– – As ameaças móveis estão aumentando
Tanto os serviços de valor agregado das operadoras de telefonia móvel quanto as aplicações móveis estão vulneráveis às ameaças cibernéticas. O significativo ataque do vírus Doombot, no ano assado, deixou evidências de que dispositivos móveis, como smartphones e PDAs, estão rapidamente se tornando o novo alvo dos ataques virtuais. O Doombot foi desenvolvido para infectar dispositivos móveis via web, MMS/SMS e Bluetooth com a intenção de aumentar o consumo da bateria e dificultar a função reiniciar do aparelho, e assim incapacitar o acesso aos serviços das operadoras e das aplicações móveis corporativas. Isso afetou não só o acesso às aplicações, mas teve um forte impacto no modelo de receita das operadoras de telefonia móvel, uma vez que a satisfação dos clientes despencou enquanto o tráfego nos call centers atingiu altos patamares.

– – Desenvolvimento das ofertas de serviço das operadoras requer aumento da segurança
A evolução da base de teleones fixos para telefones móveis é conduzida pelas operadoras, que desenvolvem novas ofertas de serviço para atingir um maior ARPU (Rendimento Médio Por Usuário, do inglês Average Revenue Per User). Com o desenvolvimento dos celulares, as operadoras estão sob pressão ainda maior para garantir a segurança de suas redes, de seus investimentos e de seus clientes. Essa responsabilidade adicional requer que as operadoras se protejam contra:

– Ameaças virtuais que comprometem os sistemas operacionais dos celulares e leva a altos custos com suporte técnico e parada dos serviços do assinante, impactando o rendimento;
– Vírus de aplicações móveis que podem levar a cobrança de serviços fraudulentos;
– Spam MMS/SMS que podem levar a armadilhas, como phishing e vírus;
– Vulnerabilidades entre smartphones e os recursos corporativos, que deveriam requerer codificação.

“Hoje as sofisticadas ameaças virtuais não podem efetivamente ser combatidas por soluções de segurança de ontem, como um único antivírus, que atualmente está em milhões de dispositivos móveis”, diz Frederico Tostes, gerente Regional Fortinet Brasil. “Dispositivos móveis, como smartphones, precisam de uma abordagem de segurança integrada e multifacetada, que possa proteger integralmente o usuário móvel”, completa.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *