Características importantes para atrair clientes no mundo virtual No ratings yet.

Por Felipe Pereira*

A internet é um ambiente próspero para a conquista de novos clientes. O aumento dos acessos por plataformas móveis, como celulares e tablets, assim como a grande disseminação do uso das redes sociais, afeta de maneira significativa o comportamento dos consumidores no meio digital – e, consequentemente, a forma como as empresas utilizam a internet para conquistar novos clientes (ou pelo menos deveriam).

O foco está cada vez mais no cliente. Os consumidores ocupam um grande espaço nas mídias digitais, e para se valer dele positivamente, é necessário que o negócio seja criativo, ofereça valor e esteja conectado com o público. Independentemente de ser uma loja, empresa de serviços ou estabelecimento de qualquer outro ramo, o negócio precisa estar aberto a opiniões, aproximar-se dos clientes, entendê-los e interagir de forma humana – eles não querem mais respostas automáticas.

Para conquistar novos clientes a partir da internet, o primeiro passo é o investimento em ferramentas de atração, como sites de busca, redes sociais e links patrocinados. É com o apoio dessas mídias que o potencial cliente se depara pela primeira vez com o serviço ou produto que você oferece e deixa de ser um “estranho”, tornando-se um visitante de seu site.

Para obtenção de melhores resultados, é preciso escolher de forma ponderada quais redes sociais serão parte do seu negócio. Cada uma possui características e recursos próprios e exige conteúdo e formato específico e uma forma diferente de interação com o público.

O Facebook já é há algum tempo a rede social mais utilizada no mundo e desde janeiro de 2012 também conquistou este status no Brasil. É bem recomendada para a grande maioria dos negócios e de indiscutível importância para quem vende para o consumidor final. O ideal é criar uma página específica para a sua empresa, e não um perfil – na verdade, o Facebook exige isso.

Além disso, a página permite número ilimitado de fãs, relatórios com dados demográficos e de acesso e personalização das abas, funcionalidades indisponíveis para perfis pessoais. Nessa página, a empresa pode tanto publicar conteúdo, quanto veicular promoções, interagir com o público e fazer atendimento ao cliente.

O Twitter, por sua vez, pode ser utilizado para espalhar o conteúdo e também como canal de atendimento, mas não é indicado para todos os negócios. Outra característica importante é ser um canal simplificado e extremamente rápido de interação, feedback ou mesmo de atendimento ao cliente.

Outras formas de comunicação que podem ser utilizadas são o Youtube, maior site de vídeos do mundo, o Slideshare, ideal para compartilhamento de apresentações diversas, como PPTs e PDFs, o LinkedIn, rede bastante usada para discussões empresariais e para prospecção de talentos, o Flickr, Pinterest e Instagram, usados para o compartilhamento de imagens.

Nunca se esqueça das peculiaridades das redes sociais. Cada uma delas possui suas características próprias, que precisam ser compreendidas para que a empresa tenha melhores resultados. No Facebook, por exemplo, o conteúdo deve estimular o engajamento. Quanto mais um conteúdo for comentado, curtido e compartilhado, maior seu alcance na rede. No caso do Twitter, é necessário ter atenção especial ao momento das postagens, uma vez que a rede mostra todo o conteúdo publicado, em ordem cronológica.

E minha dica final, a mais importante de todas: invista no seu negócio, para depois investir nas redes. Antes de aparecer na onternet, o negócio precisa ter um bom produto ou serviço, que resolva o problema do cliente.

Felipe Pereira é especialista em Marketing Digital e atua no projeto Digaí.

 

 

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *