Canadenses caminham para internet 100 vezes mais rápida


30/08/2004

Pesquisadores canadenses deram um passo importante para desenvolver um sistema de transmissão de dados ultra-rápido, ou uma internet 100 vezes mais rápida do que a baseada em banda larga. Primeiro, criaram um material híbrido em escala nanométrica capaz de agir sobre dados transportados em fibra ótica; agora conseguiram fazer com que este material, num feixe de laser, aja sobre outro feixe de laser, direcionando-o.

O trabalho mostra que futuros sistemas de fibra ótica poderão carregar sinais sem necessidade de conversões em sinais eletrônicos, com tempos de resposta na escala do picossegundo (um trilionésimo de segundo). “Com a criação de um material híbrido que pode controlar o poder do feixe de luz, demonstramos uma nova classe de materiais que se adequa às necessidades de futuras redes fotônicas”, afirma Ted Sargent em comunicado da Universidade de Toronto.

O controle de um feixe de luz por outro era algo postulado pelos cientistas, mas nunca antes comprovado. Segundo estudo publicado na revista Nano Letters, Sargent e Qiying Chen demonstraram esta capacidade. “Com nosso trabalho, a capacidade de processar sinais que contenham informação por meio da luz se tornou algo prático”, disse Sargent. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.