Brasileiros são os mais seduzidos pelo spam


15/12/2004

O estudo revela que 66% dos brasileiros compram produtos anunciados em e-mails não solicitados. Em segundo lugar entre os internautas mais seduzidos pelo spam estão os franceses (48%), seguidos pelos ingleses (44%), alemães (43%), norte-americanos (41%) e canadenses (38% do lado francês e 30% do inglês).

Os brasileiros pesquisados – sendo 51% mulheres com idade média de 31 anos – afirmam receber mais mensagens não solicitadas com de produtos de educação e de softwares, com 96% e 95% de participação, respectivamente, entre os e-mails comerciais não solicitados recebidos pelos participantes do estudo.

Em terceiro e quarto lugares estão os spams sobre lazer e oportunidades de negócios, ambos com 93% de participação. Nas caixas de entrada dos brasileiros ainda chegam spams sobre produtos de saúde e medicamentos (89%), finanças (88%), vestuário e jóias (88%) e de entretenimento adulto (84%).

Das mensagens de spam com ofertas de software, 50% são conhecidas ou lidas por brasileiros. O mesmo ocorre com 48% dos e-mails sobre educação e com 42% dos spams sobre lazer e viagens.

Entre os consumidores online, 51% já compraram um produto ou serviço de software oferecido via spam, enquanto 40% já adquiriram algum produto de educação e 30% compraram algum item de vestuário ou jóias oferecidos por mensagens não solicitadas.

Outros itens oferecidos por spam que já foram adquiridos por brasileiros estão nos setores de lazer e viagens (29%), saúde e medicamentos (22%), investimentos e negócios (19%), finanças (17%) e entretenimento adulto (14%). (segue)

Daniela Braun – IDG Now!

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.