Brasileiros ficam em média 18 horas na internet


23/02/2006

Os brasileiros iniciaram 2006 navegando em média 18 horas na internet, número praticamente igual ao de dezembro (17h58min) e que manteve o País na liderança do uso residencial da rede. O número de usuários ativos apresentou uma pequena redução, como normalmente acontece durante as férias de verão, passando de 12,2 milhões em dezembro de 2005 para 12,03 milhões em janeiro. Segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil, em janeiro o número de domínios .br atingiu 866.969, contra 858.596 em dezembro.

‘As expectativas para este primeiro semestre giram principalmente em torno dos sites esportivos. Em 2002, o horário dos jogos da Copa do Mundo e a baixa penetração da banda larga eram empecilhos para o uso da rede. Mesmo assim, quando analisamos os dados daquele ano, verificamos que a audiência domiciliar dos sites esportivos aumentou mais de 40% no período da competição’, afirma Marcelo Coutinho, diretor executivo do Ibope Inteligência.

O executivo acredita que o crescimento do número de usuários navegando em computadores residenciais com tecnologias de banda larga, que passou de 1,5 milhão de pessoas em junho de 2002 para mais de 7,4 milhões em dezembro de 2005, irá impulsionar o uso da rede principalmente na busca por informações, comentários, entrevistas exclusivas e ‘replays’ de lances importantes.

Segundo o Ibope, o ano de 2005 terminou com 3,2 milhões de usuários residenciais visitando sites de esportes, o que já representou um aumento de 43% sobre 2004, impulsionado principalmente pela maior facilidade de navegação proporcionada pela banda larga.

‘A televisão ainda será o meio mais usado para acompanhar os jogos ao vivo mesmo pelos internautas, mas o fato das disputas ocorrerem principalmente à tarde (pelo horário brasileiro) deve gerar um grande aumento no uso da rede antes e depois de cada partida, mesmo no ambiente de trabalho’, acredita o diretor do IBOPE Inteligência.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.