Brasil ganha mediador de leilões eletrônicos


13/04/2006

Venda a Jato tem como objetivo auxiliar os internautas a realizarem negócios pelo MercadoLivre.com

Esta semana está sendo oficialmente lançado o serviço Venda a Jato, especializado em mediar negociações no site de leilão eletrônico MercadoLivre.com. O negócio é inspirado em empresas já existentes nos EUA, como o Numarket.com e o OrbitDrop.com.

“Para o usuário médio, é trabalhoso classificar o produto corretamente, tirar fotos boas, administrar as negociações. Nosso trabalho é fazer isso por ele”, explica Antonio Borba, diretor-executivo do Venda a Jato. Segundo ele, o serviço recebeu apoio do próprio MercadoLivre.com. “Seremos mais um canal para as negociações realizadas pelo site.”

A receita do Venda a Jato será proveniente da comissão pelas vendas efetuadas, que variam entre 20% e 40% do valor do produto. “No caso de um comprador desistir do negócio, recolocamos o produto nos classificados e não cobramos por isso.”

Inicialmente as operações estarão concentradas em Curitiba, onde a companhia está localizada. “Para esse ano, queremos consolidar nossa presença na região, mas os planos para 2007 incluem a expansão pelo Brasil via franquias e representantes comerciais.”

Borba não divulga o investimento porque a empresa conta com parte da infra-estrutura da MagicWeb, empresa especializada no desenvolvimento de soluções web da qual o Venda a Jato nasceu. Mas se tivesse começado do zero, ele calcula um valor entre 100 mil e 200 mil reais.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.