Brasil detém 45% do mercado de supply chain na AL


28/11/2002

O mercado brasileiro de supply chain ainda está no seu estágio inicial. Foi o que revelou primeiro estudo sobre o assunto, realizado pela IDC Brasil. Apesar do país ter movimentado US$ 57,7 milhões em 2001, representando 45% da América Latina ele ainda está muito atrás de mercados mais maduros, como os Estados Unidos, que contabiliaram US$ 3,5 bilhões.

Na pesquisa, a IDC analisou três pontas da cadeia de suprimentos: manufatura, varejo e logística. A maior parte do faturamento registrado ano passado veio da manufatura, com vendas de módulos e manutenção. Outro ponto de destaque é a concentração do setor, onde 57% dessa fatia é dominada pelos cinco maiores fornecedores. O líder no setor é a SAP AG, seguido empatados, em segundo lugar, Datasul e Manugustics.

Segundo Amy Lathrop, analista da IDC, ainda existem muitos agentes inibidores do crescimento desse mercado, como a resistência das empresas em compartilhar dados internos com fornecedores clientes e parceiros. O instituto de pesquisa explica ainda que mesmo com a falta de maturidade do mercado, o segmento de supply chain deve ter uma elevação acima da taxa média de crescimento de TI nos próximos cinco anos, mas não será tão explosivo como esperam alguns fornecedores.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.