B2B online cresce e chega a R$ 61,9 bilhões

29/06/2006

O índice business-to-business online (B2BOL), mede, a cada três meses, os volumes transacionados digitalmente entre empresas, chegou a R$ 61,9 bilhões no primeiro trimestre deste ano de acordo com informações divulgadas pela E-Consulting e Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net).

O B2BOL considera as transações por meio de portais proprietários (B2BOL Companies) ou via intermediários – os e-marketplaces independentes (B2BOL e-Markets) e mostra um crescimento de 19,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

O B2BOL Companies, praticado entre as trinta maiores empresas do País, o que representa 90% de toda a movimentação brasileira, alcançou R$ 47,5 bilhões de janeiro a março de 2006 – crescimento de 17,5 % em relação ao mesmo período do ano passado.

Já o realizado entre e-marketplaces independentes – os chamados mercados digitais intermediários – chegou a R$ 14,4 bilhões no mesmo período – crescimento de 26,3 % frente aos três primeiros meses de 2005.

No ano passado, o B2BOL totalizou R$ 267,6 bilhões – valor 37% maior do que o registrado em 2004. A expectativa E-Consulting e da Camara-e.net é que o índice movimente R$ 310 milhões este ano.

‘A expansão do índice geral acima do crescimento econômico real reflete a propensão de aumento do número de transações comerciais entre empresas, fruto da confiança existente na economia brasileira, apesar do impacto de situações críticas, como a queda do Ministro da Fazenda, a crise do agribusiness, a vigência de ano eleitoral e de Copa do Mundo, e a questão das altas taxas de juros’, diz Daniel Domeneghetti, diretor de Estratégia e Conhecimento da E-Consulting e vice-presidente de Métricas e Conhecimento da Camara-e.net. 

De acordo com ele, o incremento do volume do B2BOL Companies sinaliza crescimento macroeconômico, o que reflete diretamente no aumento de aquisições e vendas das organizações. Já os resultados positivos do B2BOL e-Markets atestam crescimento do volume movimentado acima do relativo aos portais proprietários de empresas. Verifica-se também um aumento das terceirizações, tanto que o B2BOL e-Markets cresceu proporcionalmente mais do que o B2BOL Companies no mesmo período.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *