Axalto lança solução para maior segurança na internet


24/01/2006

A Axalto anunciou o lançamento de uma solução chamada Protiva, baseada em OTP (On Time Password), que gera senhas instantâneas para os acessos e transações eletrônicas. Baseada em um smart card, a solução pode ser utilizada por meio de um token (no formato de um pequeno chaveiro), cartão inteligente ou celular e abre caminho para a convergência com todo o leque de aplicações possíveis nos smart cards como certificação digital, crédito, débito e programas de fidelidade. O Protiva foi criado para que bancos, operadoras, governos e lojas virtuais, possam oferecer uma maior segurança nos acessos sem tirar a comodidade dos seus clientes.

Segundo o diretor do setor público e acesso da Axalto, Fernando Souza, a solução trará a segurança inviolável presente nos smart cards, o que fará com que as pessoas passem a confiar mais no meio eletrônico, que atualmente encontra-se vulnerável aos crimes de fraudes, como comprovam os dados divulgados pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil – CERT.br. Somente em 2005 as fraudes bancárias e financeiras pela internet aumentaram em 579%., ao todo, foram 27,3 mil fraudes ocorridas (ou tentativas de fraudes) contra usuários de bancos ou cartões pela web. ‘Vamos tornar a autenticação mais forte nas transações bancárias e no comércio eletrônico sem torná-la inconveniente para o usuário. Queremos acabar com o medo nas transações e compras pela internet’, completa.

Para os tokens a novidade está na conexão ao computador através de uma entrada USB. O usuário não terá mais que digitar sua senha e contará com um sistema que verifica se aquele realmente é o site de sua instituição bancária ou da loja virtual, por exemplo. ‘O Protiva traz o conceito de autenticação segura com dois fatores, onde além de saber sua senha, o cliente terá que possuir um token, um cartão ou celular’, avalia Souza.

O Brasil é o 7º país do mundo no uso do internet banking, com cerca de 41% da base de usuários, segundo a Global Market Inside – GMI. Os números da Febraban apontam para mais de 20 milhões de clientes com internet banking em 2005. Já o comércio eletrônico cresceu 32% no Brasil em 2005 e hoje há 3,5 milhões de consumidores on-line segundo a Câmara e-Net. Tanto no internet banking quanto no comérico eletrônico, um dos maiores obstáculos ao crescimento é a insegurança do usuário, portanto a necessidade de uma autenticação segura se torna vital.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.