Anúncios em redes sociais devem chegar a US$ 2 bi em 2008

28/05/2008

A empresa de pesquisa eMarketer divulgou nesta semana um estudo segundo o qual US$ 2,02 bilhões (cerca de R$ 3,34 bilhões) serão gastos globalmente com anúncios de redes sociais em 2008 – desse total, US$ 1,4 bilhão referem-se ao mercado norte-americano.
 
A mesma pesquisa revisa para baixo um investimento global previamente anunciado nessa mesma área, para 2011: de US$ 4,7 bilhões para US$ 4,3 bilhões. Os gastos em todo o mundo em 2006, considerando os anúncios em redes sociais, foram de US$ 513 milhões, enquanto o ano de 2007 registrou US$ 1,2 bilhão.
 
O atual cenário econômico, combinado ao fato de que os sites de relacionamento — Facebook, MySpace e Orkut, entre outros – ainda trabalham no desenvolvimento de sistemas eficazes de anúncio, fez com que a companhia revisasse para baixo a expectativa de crescimento do setor nos próximos anos.
 
Debra Aho Williamson, analista responsável pelo estudo, disse que as possibilidades de as companhias usarem a comunicação entre internautas para anunciarem, além de espalharem a idéia de uma marca de forma viral nas redes sociais, se mostraram mais difíceis do que inicialmente se imaginava.
 
Exemplo dessa dificuldade foi um sistema chamado Beacon, anunciado no final de 2007 pelo Facebook. Com ele, os próprios usuários podem indicar produtos e serviços: quando um internauta aluga um filme em uma grande locadora, por exemplo, tem a opção de divulgar o título de sua escolha para todos os contatos do Facebook. De cara a idéia não agradou e o fundador do site, Mark Zuckerberg, pediu desculpas pelos erros na implementação da plataforma, que passou por modificações.
 
Somente neste ano, nos Estados Unidos, o investimento de anunciantes no MySpace chegará a US$ 755 milhões, diz a eMarketer. Já o rival Facebook ficará com uma fatia menor: US$ 265 milhões durante todo o ano, também no mercado norte-americano.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.