Amazon é acusada de violar privacidade infantil

Grupos de defesa dos consumidores nos Estados Unidos acusaram o site varejista Amazon.com de violar leis de proteção à privacidade infantil e pediram ao governo norte-americano para acompanhar o assunto.

O varejista online recolheu endereços de e-mail, aniversários e outras informações pessoais de crianças sem a permissão de seus pais e permitiu que elas publicasse avaliações assinadas de produtos em seu site, acusam os grupos.

As duas ações são ilegais de acordo com a lei de proteção da privacidade online infantil, uma legislação de 1998 criada para proteger crianças de abusos ao limitar a quantidade de informação pessoal delas que pode ser recolhida pelos sites. A lei prevê penas de até US$ 11 mil por acusação. (segue)

Reuters

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *