Alpargatas vende excedentes em leilão virtual


02/12/2002

Uma nova maneira de lidar com materiais excedentes foi encontrada pela Alpargatas, empresa do setor de calçados. A idéia foi colocar os produtos à venda no Excesschannel, canal de comercialização online para esse tipo de mercadoria, criado pela Boucinhas & Campos Consultores.

Atualmente, a companhia está negociando lotes de matéria-prima – couros e napas, linhas, etiquetas laminadas, passadores e acessórios – para o setor têxtil e calçadista. “Temos boas expectativas de fechamento para esses leilões. Os resultados estão saindo melhor do que esperávamos”, afirma Eduardo Assis, gerente de compras da Alpargatas.

O executivo explica que o primeiro leilão no Excesschannel foi feito em 22 de novembro, como teste. “O resultado positivo nos deu fôlego, partimos para lançar os lotes de matéria-prima. Em breve, faremos mais duas ou três novas operações, com o objetivo de vender também máquinas e equipamentos”, revela. Assis afirma que o sistema funciona como um canal de escoamento de itens parados na fábrica.

As duas ofertas realizadas até agora, uma na região Sul e outra no Nordeste, permitiram a empresa comercializar até o momento 20 lotes. “No primeiro leilão, dos oito lotes à venda, sete foram liquidados. Nesta segunda rodada, a Alpargatas incluiu outros doze e adicionou o que não foi vendido na operação anterior”, diz Raul Haras, gerente geral do Excesschannel.

Segundo ele, a companhia definiu um valor mínimo para os leilões que representa entre 15% e 20% do valor de entrada ou aquisição dos produtos. “As vendas foram fechadas em uma média de 30% a 40% acima do valor mínimo inicial”, comenta.

Ligia Sanchez é repórter dos Hot Sites

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.